BLOG GONEXT

INSUCESSO DA ENTRADA DE UM MEMBRO FAMILIAR: PORQUE ACONTECE E COMO EVITAR

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Quando um sucessor assume uma posição na empresa familiar sem passar pelos processos adequados, é bem provável que o futuro dos negócios e a perenidade de tudo o que foi criado durante anos seja comprometido. São muitos os fatores que podem impactar negativamente nesse processo de sucessão,  mas alguns deles são mais comuns que outros e por esse motivo estão listados abaixo:

1 – Escolha orientada apenas pelo parentesco, quando há desconhecimento das competências do familiar ou mesmo a falta de qualificação para assumir uma posição dentro da empresa;

2 – Escolha de  posição de nível hierárquico acima da capacidade do sucessor, que já entra, por exemplo, como coordenador  ou supervisor sem ter a qualificação para tanto;

3 – Ausência de mecanismos objetivos de avaliação de desempenho;

4 – Entrada do familiar sem que haja real necessidade de contratação, como quando a instituição abre uma vaga apenas para atender aos interesses do filho do dono, por exemplo, que precisa de uma colocação mas não possui experiência.

O que motiva esses erros?

Isso tudo acontece porque há um conflito claro de interesses familiares e empresariais nesses contextos. Basicamente é o filho do dono que está precisando trabalhar e simplesmente encontram um lugar na empresa e quando a empresa ainda não se atentou para o que estamos chamando aqui de ameaça, ela acaba achando natural esse ingresso de familiares, fato agravado ainda mais quando há duas famílias proprietárias. Se o filho do sócio está na empresa, o outro sócio também se acha no direito de levar o filho dele para dentro da corporação. E assim acontece com um filho, com outro mais adiante, sobrinhos, sobrinhas… até que a empresa acaba virando um reduto para os familiares onde os quesitos de competência e a estratégia empresarial são deixados de lado. Essa atitude complica a vida da empresa e deixa um recado para os funcionários de que o critério que predomina é o laço familiar e não a competência técnica.  

Ainda assim, nem tudo está perdido. Nos últimos quatro anos as empresas estão se preparando mais para receber os novos executivos. As novas gerações estão mais preocupadas do que as gerações anteriores e estão buscando desenvolver as competências que a empresa, e o possível cargo, necessita.

Dessa forma, o produto final é uma mescla da experiência dos fundadores com o arrojo, inovação e, de certa maneira, a impetuosidade da nova geração. O segredo está justamente no equilíbrio e na complementaridade dessas competências e características.  

O importante é saber que um processo de sucessão dentro de uma empresa familiar nunca termina, seja esse processo entre familiares ou envolvendo não familiares. De um jeito ou de outro, para o bem de todos, isso precisa acontecer.  A nossa proposta é que aconteça da melhor maneira possível. Expertise e ferramentas temos de sobra, se precisar, pode contar com a gente.

por GoNext  

A GoNext Family Business foi fundada em 2010 como extensão internacional da empresa J.Valério e é uma empresa focada em Gestão de Negócios e Governança Corporativa da empresa familiar. Contamos com metodologia própria, aprimorada em mais de 100 conselhos e projetos realizados em empresas familiares no Brasil e EUA.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×