Blog GoNext

GoNext Presidentes de Conselhos debate os potenciais da Economia de Plataforma

Na última quinta-feira, 26, o GoNext Presidentes de Conselhos debateu, em mais um encontro pelo Zoom, os novos modelos e contextos de negócios com o tema “Economia de Plataforma, Transformação Digital e Risco Cibernético”.

 

Os membros do fórum puderam conhecer de perto o case de transformação digital e arquitetura de economia de plataforma do Grupo Fleury, com a Saúde iD.

 

Para isso, a GoNext convidou Fernando Alberto, vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Fleury.

 

O executivo foi diretor executivo de B2B do Grupo Fleury, é professor de Mestrado de Gestão da Competitividade da EASP/FGV, e professor de Governança Corporativa no MBA Executivo de Saúde do Hospital Einstein.

 

“Nós estamos acompanhando mudanças na sociedade e na governança das empresas. A transformação digital foi acelerada na pandemia. É nesse contexto que se torna relevante falar em economia de plataforma”, apresentou Fernando.

 

O executivo apresentou como o smartphone alterou a dinâmica do cidadão com o mundo: os poderes, as empresas, as comunidades e a possibilidade de alcançar qualquer informação.

 

Assim, na área da medicina e saúde, o consumidor passou a gerar a demanda por conseguir atendimento integral à saúde de forma digital. Com um Conselho de Administração atento a essa demanda, surgiu a Saúde iD.

 

A plataforma oferece a assinatura de serviços de saúde que podem ser contratados diretamente por qualquer pessoa, diretamente pelo celular. 

 

Em uma só assinatura, o cliente é capaz de acessar consultas, exames e diversos serviços e produtos de saúde e bem-estar, não só do Grupo Fleury, mas de diversos parceiros da empresa, como ePharma, Far.Me, Hypera Pharma, Danone Nutricia e Sommos DNA.

 

Novas demandas, novos modelos de entrega de valor

“Os pacientes pararam de ir aos médicos, atrasando tratamentos e acompanhando de forma lenta a própria saúde. Nós mudamos em nome do cliente. O cliente quer velocidade, principalmente”, apresentou o executivo, contando sobre a necessidade de encurtar o tempo entre a demanda e a entrega de valor que o cliente espera do seu negócio.

 

Assim, o Grupo Fleury viu aumentar muito o atendimento, sem necessariamente fazer qualquer investimento em estrutura física.

 

O nascimento da plataforma de serviços de saúde resultou em um novo modelo de atendimento ao cliente:

  • Agendamento multicanal (chat, aplicativo, site, telefone)
  • Check in mobile
  • Recepção e Realização do Exame/Consulta

 

Essa transformação resultou em redução de custos, entrega da velocidade que o cliente espera e atendimento acima das expectativas do paciente.

 

“Imagine se nós não tivéssemos promovido toda essa digitalização do atendimento, alguma startup poderia ter olhado pra demanda do Grupo Fleury. Essa startup procuraria a operadora de saúde e ofereceria esse trabalho de aceleração. É assim que ocorre a corrosão da sua cadeia de valor. Nós, presidentes de conselhos, precisamos estar atentos a isso”, provocou.

 

Atenção à verticalização e ao desperdício

“A ideia da plataforma é criar uma verticalização virtual. A plataforma te permite mensurar custos e ter ampla previsibilidade. Unem-se empresas distintas e independentes, mas com uma jornada para o paciente coordenada por uma plataforma única”, orientou.

 

Fernando mostrou, além da estrutura da plataforma do Saúde iD, como outras grandes plataformas se estruturaram e ganharam ampla adesão dos consumidores, tais como: AirBnB, Uber, Mercado Livre. 

 

“Assim, essas plataformas eliminam um dos grandes problemas: o desperdício. O desperdício não interessa para ninguém”, explicou.

 

E como construir uma plataforma forte? Investindo em tecnologia, usabilidade, inteligência de dados. 

 

Com os investimentos corretos e a construção de uma jornada que contemple as reais demandas dos consumidores, não só na área da saúde, mas em qualquer mercado, o resultado será um modelo de plataforma rentável e de crescimento exponencial.

 

A ideia é conectar empresas e vendedores com os consumidores que precisam de maior agilidade e qualidade, e com o tempo, a partir da inteligência artificial, a plataforma cria uma experiência de personalização cada vez mais íntima e adequada aos desejos do consumidor.

 

“Assim os nossos concorrentes viram também nossos parceiros”, comentou. “Afinal, tecnologia e pessoas são a base de todos os nossos negócios. Independentemente do ramo de atuação”, orientou.

 

Ao final, Fernando apresentou alguns detalhes do Comitê de Transformação do Grupo Fleury e as prioridades de gestão de crise diante de um ataque cibernético como o que acompanhamos recentemente com a Renner.

 

O GoNext Presidentes de Conselhos reúne membros de diversas empresas para debater o futuro dos negócios, com formação de qualidade e networking de alto padrão. Construindo, em conjunto, melhor performance para conselhos em todo o Brasil.